PLANO NACIONAL DA CULTURA

09/11/2011 - 14h14min
ampliar PLANO NACIONAL DA CULTURA PLANO NACIONAL DA CULTURA

MinC reúne gestores públicos e sociedade civil em Brasília para elaborar as metas do PNC


Teve início na manhã desta segunda-feira, 7, na sede do Parlamundi, em Brasília, os trabalhos da Oficina Especial para a elaboração da segunda versão das metas do Plano Nacional de Cultura (PNC). O encontro, iniciativa do Ministério da Cultura,  reuniu gestores do órgão com representantes da sociedade civil, organizados no Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC) e nos Colegiados Setoriais de Cultura, além de especialistas convidados pelo MinC.  A reunião contou com a participação de mais de 115 pessoas.


Os trabalhos foram abertos pelo secretário de Políticas Culturais, Sérgio Mamberti, que saudou os convidados. Em seguida, o diretor de Estudos e Monitoramento de Políticas Culturais, Américo Córdula, e o coordenador-geral de Acompanhamento de Política Cultural, Rafael Oliveira, fizeram a apresentação do resultado da Consulta Pública.


À tarde, o plenário da oficina foi dividido em seis Grupos de Trabalho temáticos, para analisar e propor sugestões ao MinC sobre o material coletado durante o processo de consulta. O resultado da oficina servirá de subsídio para o Ministério da Cultura elaborar as metas finais do Plano Nacional da Cultura, que valerão pelos próximos dez anos.


A escolha para participar dos grupos foi pessoal. “Nós da secretaria de Políticas Culturais orientamos que pessoas de mesmo segmento cultural escolhessem grupos diferentes, mas cada representante escolheu o tema ou grupo com o qual se sentia mais identificado”, explicou o diretor de estudos e Monitoramento da Secretaria de Políticas Culturais, Américo Córdula.


Os  grupos tinham como temas: Diversidade e Espaços Culturais; Criação, Fruição, Difusão, Circulação e Consumo; Educação; Fortalecimento Institucional, Participação Social e Políticas Culturais e Economia da Cultura e Fortalecimento. Os coordenadores apresentavam as metas contidas nos temas específicos de cada grupo e a partir daí, os participantes realizavam suas contribuições.


“Recebemos da ministra Ana de Hollanda a incumbência de construirmos as metas do PNC até o dia 2 de dezembro. Já realizamos uma Consulta Pública para colhermos a contribuição da sociedade civil e agora estamos discutindo uma síntese das sugestões para fazer o encaminhamento da segunda versão das metas”, explicou o secretário Sérgio Mamberti.


Ele disse que o ministério já está em fase final dos trabalhos e que este é um momento especial, onde é possível vislumbrar os anseios da sociedade brasileira para um cenário da Cultura no país até o ano de 2020. Ele considera a participação popular fundamental para a construção de um cenário positivo, onde a Cultura possa cumprir um papel estratégico dentro das políticas públicas do governo.


Consulta Pública


Cerca de 9 mil pessoas participaram da Consulta Pública, aberta no dia 21 de setembro, sobre a elaboração das metas do Plano Nacional de Cultura para os próximos dez anos. Neste processo foram registradas 645 participações da sociedade civil, onde 385 foram de propostas concretas para a implementação das 48 metas apresentadas pelo MinC.


A maior parte das novas sugestões colhidas  estão relacionadas com as áreas de Políticas Públicas  Setoriais  (14%) e da Criação e Fruição dos Bens e Serviços Culturais (9%). Além da consulta à população, disponibilizada na plataforma eletrônica, o Ministério da Cultura também dialogou com a sociedade civil por meio de seminários, fóruns de debates e audiências públicas realizados em 11 estados brasileiros entre os meses de setembro e outubro de 2011.


Um exemplo das contribuições colhidas durante o processo foi a sugestão de ampliar a divulgação e a distribuição dos filmes brasileiros de longa-metragem, além de criar espaços para a divulgação da produção independente. O comentário foi dado como contribuição para o aperfeiçoamento da meta de nº 10, que prevê aumentar para 150 o número de lançamentos de filmes nacionais, por ano, nas salas de cinema de todo o país.


Outra sugestão foi a da ampliação do número de escolas públicas de Música, dentro dos comentários relacionados com a meta de nº 18, que trata sobre a inclusão de formação continuada na área de Cultura, para 10 mil professores de Artes das escolas públicas.


 


 (Texto: Patrícia Saldanha e Marcos de Sousa – Ascom/MinC)
(Fotos: Bruno Spada – Ascom/MinC)


 


 

PARCEIROS



Cultura Viva ao Alcance de Todos



































  MURAL DE RECADOS:
17/03/2014 às 06:44 h
João Reis: Muito bom esse concurso!
15/03/2013 às 19:40 h
Carlos: Gyselle com certeza vai arrasar!
02/03/2013 às 06:26 h
Rafaell : Gospel Mix de Volta
02/03/2013 às 06:25 h
Magali: Cada os Dj's Xandão e Momo aonde eles se encontram??
02/03/2013 às 06:24 h
fernando: Gospel Mix de volta
Págs.: 1 2  3 

  Deixe seu recado: